(66) 3544-2595

Telefone

(66) 99634-6964

WHATSAPP

Operação do ‘1º Comando Regional Itinerante’ tem reforço das unidades especializadas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Lançada na manhã desta sexta-feira (21.05), a 6ª edição da operação ‘1º Comando Regional Itinerante’ prossegue até o período noturno com reforço ao policiamento e atendimento de lideranças e moradores dos 45 bairros que compõem a área de atuação do 9º Batalhão de Polícia Militar.

A Avenida Espigão, principal via do bairro Tijucal, onde está localizado o quartel 9º BPM, foi o ponto de partida das equipes do policiamento ordinário e das unidades especializadas (Bope, Rotam, Cavalaria, Trânsito, Força Tática e Companhia Raio de Moto-patrulhamento).

Durante o lançamento, o comandante do 1º CR, coronel Esnaldo de Souza Moreira, destacou a importância da retomada do projeto ‘Comando Itinerante’ não só para reforçar o policiamento, mas para interagir e aproximar a a PM da comunidade. Por causa do aumento dos casos da Covid-19, este ano essa a primeira edição do projeto.

Esnaldo observou que enquanto a operação acontece nas ruas, com bloqueios, blitz, saturação, entre outras modalidades de prevenção e repressão à violência, em alguns espaços, como a sede do 9º BPM, a Polícia Militar ouve demandas e sugestões das lideranças e moradores.  

Também estão sendo apresentados os dados da produtividade, ou seja, o resultado do trabalho da PM na região. De acordo com a comandante do 9º BPM, tenente-coronel Jane Souza Melo, entre 1º de janeiro e 20 de maio deste ano, 361 pessoas foram conduzidas a delegacias, das quais 128 em presas em flagrante delito por diversos crimes.

Já a forte repressão ao tráfico de droga resultou na prisão de 54 suspeitos e na apreensão de 412 quilos de maconha. No total, essa unidade militar atendeu a 1.550 chamados da comunidade nesses primeiros meses de 2021. A TC Jane explica que nem todos geraram registro de BO(boletim de ocorrência) ou prisão, mas uma equipe da PM esteve no local para acompanhar, orientar, esclarecer ou ouvir demandas.

Plataforma elevada

Como parte da operação ‘Comando Itinerante’ a comunidade também contou com a Plataforma de Observação Elevada (POE) da Secretaria de Segurança Pública, o sistema veicular com câmeras de monitoramento. Nesse caso específico, o equipamento está disposto em ponto estratégico da Avenida Espigão, de onde monitora e envia imagens ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).