Parlamentares aprovam afastamento de vereador que sacou arma durante briga na Câmara de Querência (MT)

Os parlamentares aprovaram, nesta segunda-feira (25), o afastamento do vereador Neiriberto Martins Erthal (PSC), de 46 anos, que sacou uma arma de fogo e apontou para um colega durante uma sessão na Câmara Municipal de Querência, a 912 km de Cuiabá.

O afastamento foi aprovado por 8 votos a favor e um contrário. Neiriberto ficará fora do cargo por 24 meses e o vereador Edmar Lucio Batista, que também estava na confusão, será afastado das funções por 18 meses.

A briga aconteceu no dia 21 de março deste ano, quando uma discussão começou na Câmara e Neiriberto se levantou e deu um soco em Edmar. Quando ele tentou voltar à cadeira, escorregou e, em seguida, já se levantou sacando a arma e apontando em direção ao outro vereador.

Um vídeo de um trecho da sessão mostra o momento em que Neiriberto começa a ficar nervoso e discute com o outro parlamentar. Em seguida, ele diz: “O trabalho aqui é feito e é organizado. Vossa excelência, seja homem e assuma…”, o parlamentar não conclui a frase e levanta da cadeira para ir até o vereador.

A equipe da Polícia Militar interveio para conter a briga e afastou Neiriberto do local. Ele foi levado para outra sala e, quando percebeu que o suspeito estava com arma em punho, conduziu o vereador Edmar para o abrigo atrás da bancada e, posteriormente, para fora do plenário.

O vereador foi preso três dias depois, já que houve indícios de que Neiriberto acionou o gatilho do revólver em direção à vítima e de outras pessoas, mas que a arma não disparou “por circunstâncias desconhecidas”.

“O vereador sequer possui porte de arma, o que torna a situação ainda pior, especialmente no âmbito de uma sessão pública nas dependências da Câmara de Vereadores”, disse o juiz Thalles Nóbrega Miranda Rezende de Britto, da Vara Única do município.

Problemas psicológicos

O vereador apresentou um atestado médico alegando problemas psicológicos. Com isso, ele continuou recebendo salário, mesmo não estando no cargo. O atestado foi entregue pela mulher dele na no dia 1º de abril na Câmara de Vereadores do município.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

caso-furlan

Julgamento de Furlan, acusado de matar Júlia será nesta 5a-feira (18) no Fórum de Sorriso

ferrovia_mt

Justiça Federal suspende emissão de licença para ferrovia estadual

caso furlan

Sorriso: caso Furlan irá a julgamento na próxima semana

Foto: reprodução/rede social

Empresária envolvida em esquema de desvio na saúde de Sorriso consegue Habeas Corpus

capa_pr9omot

Ministério Público conclui que Prefeitura de Sorriso pagou funcionários fantasmas e denuncia ex-secretário e ex-servidor da secretaria de cidade

01-02-21-POSSE-BOTELHO-AL-FLORENTINO-24

Botelho ‘libera’ deputados para campanha e AL só terá uma sessão em setembro