Polícia Civil de MT cumpre 30 mandados em operação de combate ao tráfico e lavagem de dinheiro deflagrada por Pernambuco

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Em Mato Grosso as ordens judiciais são cumpridas nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde, Juína, Pontes e Lacerda e Comodoro.

Trinta ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, são cumpridos pela Polícia Civil de Mato Grosso, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) e Delegacia Especial de Fronteira (Defron), na manhã desta quinta-feira (17.03), em apoio a Operação Smufing, deflagrada pela Polícia Civil de Pernambuco.

A operação Smurfing, uma das maiores já realizadas no estado de Pernambuco, possui alvos em 17 estados brasileiros, incluindo 30 sociedades empresariais, o que revela uma investigação de consideráveis proporções e alta complexidade, sobretudo em razão da natureza do crime e as práticas adotadas para acobertá-lo.

Em Mato Grosso são cumpridas 30 ordens judiciais, entre mandados de prisão e busca e apreensão, nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande, Campo Verde, Juína, Pontes e Lacerda e Comodoro. Os trabalhos são executados pelas equipes da DRE, Defron e Delegacia de Pontes e Lacerda, sob a coordenação das delegadas Juliana Chiquito Palhares e Judá Maali Marcondes.

Investigações

A operação tem como base uma investigação policial iniciada em 2018 pela 42ª Circunscrição Policial – Delegacia de Ipojuca, e realizada em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Pernambuco, o Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de dinheiro (LAB-LD) e NIDIM, para apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa.

As investigações partiram do tráfico de drogas em Ipojuca (PE), que em um trabalho minucioso, acompanharam o caminho do dinheiro obtido através do tráfico, passando pelos operadores financeiros e empresas utilizadas por uma organização criminosa para atribuir a falsa aparência de licitude aos recursos de origem ilícita.

O trabalho investigativo que visa combater organizações criminosas, com foco não apenas à responsabilização criminal dos integrantes, mas também na asfixia financeira da organização, enfraquecendo sua estrutura e, sobretudo impedindo que aquela continue a desfrutar das riquezas obtidas de forma ilícita.  A operação possibilitou o bloqueio de aproximadamente 1,8 bilhões de reais, tamanha a proporção do fluxo financeiro da organização criminosa.

As investigações revelaram uma estreita relação de alguns investigados com a Bolívia, sobretudo alvos residentes na região de fronteira. As informações indicaram que tal região é, provavelmente, uma das rotas pelas quais drogas ilícitas com origem boliviana entram no país.

Outro ponto que chamou atenção nas investigações, foi a quantidade expressiva  de mulheres atuando na organização criminosa em comento, totalizando 40 mulheres investigadas.

A operação da Polícia Civil de Pernambuco contou com apoio da Inteligência da Polícia Civil de Mato Grosso, da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) e da Delegacia Especial de Fronteira (Defron) para cumprimento dos mandados, com reflexos positivos em várias regiões do país, posto que representa o forte embate à estrutura de uma das maiores organizações criminosas atuantes no Brasil.

Nome da operação

O nome da operação, “Smurfing”, faz referência a uma das técnicas utilizadas pelos criminosos na lavagem de recursos, na qual são realizados diversos depósitos de pequeno valor, em variados dias e horários, para dissimular a origem ilícita do dinheiro, prática muito utilizada por traficantes de drogas.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

6cefc52d-f7c0-49a9-8bee-c15f2ecad360

PRF apreende cocaína e armas em MT

policiais-1b

Dois policiais rodoviários são mortos a tiros na BR-116, em Fortaleza

preso-capa-870x570

Homem é preso por estuprar a filha e duas sobrinhas em MT

gcco-campo-vermelho-1

Pastor suspeito de estuprar fiéis em supostos ritos religiosos na igreja é preso em MT

6b7a22a411992d5e32248211970621ca

Grupo espanca e ameaça matar atendentes do Subway em Sinop

Força Tatica apreende espingardas e revolver em Cuiabá

Homem é preso com arsenal de espingardas, revólver e munições