Polícia Civil prende homem por estupro de vulnerável contra o neto da companheira

Policiais da Delegacia de Defesa dos Direitos da Mulher, Criança, Adolescente e Idoso de Sinop cumpriram nesta sexta-feira (12.04) a prisão de um homem de 57 anos, investigado por estupro de vulnerável contra um adolescente que atualmente tem 14 anos.

A denúncia chegou à delegacia pela avó da vítima que flagrou o crime sexual na véspera da Páscoa. Na escuta especializada, a vítima relatou como ocorreram os abusos e disse ainda que o marido da avó também o tocou.

Após ouvir testemunhas e a vítima, a delegada Renata Evangelista representou pela prisão do investigado. Ele foi ouvido na unidade policial e alegou que era a vítima que o procurava, porém, entrou em contradição durante o interrogatório afirmando que a relação com a companheira estaria desgastada.

Durante as investigações, a Polícia Civil apurou que os crimes ocorreram há um ano e oito meses, quando a vítima ainda tinha 13 anos, e os atos praticados caracterizaram o crime de estupro de vulnerável.

A delegada Renata Evangelista explicou que, independente da vontade da vítima, o ato não deixa de ser crime. “O adulto tem que ter consciência de que praticar atos libidinosos ou conjunção carnal com menor de 14 anos é crime. Ele vai responder por estupro de vulnerável, que tem pena de oito a 15 anos de reclusão”.

O investigado foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil e depois será enviado à Penitenciária de Sinop.

 

Veja também

Gato-palheiro resgatado em Sorriso passa a viver em zoológico de SP para reprodução da espécie

Prefeitura de Sorriso convida para o 4° Fórum Municipal de Cultura

Polícia Federal cumpre mandado em Sorriso na 27ª Fase da Operação Lesa Pátria

SEMA alerta que CAR será suspenso caso não haja resposta dos produtores

MPMT firma acordos e destina quase R$ 4 milhões para instituições

Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF