Por suspeita de coronavírus, secretário manda PM interceptar ônibus para deter passageira que vinha de Portugal

Por: Olhar Direto

Um ônibus interestadual da empresa Expresso São Luiz, que trafegava na área central de Barra do Garças (a 518 quilômetros de Cuiabá), foi interceptado pela Polícia Militar, na madrugada desta terça-feira (17), pois uma passageira vinha de Lisboa, Portugal, país com aproximadamente 500 casos e duas mortes  causadas pelo novo coronavírus. 

A passageira de 38 anos teria desembarcado no Aeroporto de  Brasília. Ao ser abordada, ela foi isolada (maneira não informada) e encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para permanecer sob observação médica e realizar o exame que aponta ou descarta a infecção pelo Covid-19.

A equipe da PM teria sido acionada pelo Centro de Operações de Emergência da Secretaria de  Estado de Saúde (Ses), através do secretário-adjunto, segundo descreve boletim de ocorrência. Ainda conforme BO, a mulher não apresentava nenhum sintoma aparente do vírus em avaliação preliminar da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

A cidade de Rondonópolis é a segunda de Mato Grosso a confirmar um caso de coronavírus, pelo menos em exame preliminar. A informação foi divulgada no fim da tarde desta terça-feira (17), pela própria prefeitura e a Unimed, já que a paciente, que tem 59 anos e é diabética, está internada em sua unidade. 

Em Cuiabá, o Hospital Santa Rosa explicou que uma paciente testou positivo para o Covid-19, em exame preliminar. Uma contraprova deverá ficar pronta até o início da próxima semana, com o objetivo de confirmar que o homem esteja com a doença. 

Próximo

Por suspeita de coronavírus, secretário manda PM interceptar ônibus para deter passageira que vinha de Portugal