Política

Reforma da Previdência entra na pauta da AL na próxima semana

Por: GD Publicado em 27/01/2020

Presidente da Assembleia, Eduardo Botelho (DEM), já deu início às discussões da reforma da Previdência do governo do Estado que deverá ser encaminhado na próxima semana, quando serão abertos os trabalhos legislativo de 2020. Botelho se reunirá nesta segunda-feira (27) com o Sindicato dos Delegados de Polícia de Mato Grosso (Amdepol) para discutir as regras das aposentadorias, como idade mínima, entre outros pontos.

“Já temos várias agendas marcadas nesta semana para tratar disso, até porque principal projeto que vamos analisar neste ano é a da regra das aposentadorias que o governo deve enviar já na semana que vem”, disse o chefe do Poder Legislativo. 

Botelho também afirmou que as sessões voltarão a ocorrer nas terças, quartas e quintas-feiras, e que a prioridade será, além da Previdência, o projeto apelidado de “Cota Zero”, além dos vetos do governador que restaram de 2019. “Também vamos votar já na terça que vem a redação final do projeto da alíquota das aposentadorias”.

Cota Zero 

O projeto “Cota Zero” quer proibir a pesca por 5 anos nos rios do estado. Proposto pelo governo Mauro Mendes (DEM), o projeto pretende preservar as espécies e investir no turismo de pesca. No entanto, por causa da falta de garantias e também de um plano de investimentos, a proposta tem sido rejeitada por pescadores e também por parte dos deputados estaduais. 

“Nós estamos na reta final de contratação da empresa que fará um estudo sobre a proposta e isso vai gerar muita discussão por se tratar de um projeto polêmico”, explicou Botelho. 

Eleições 2020   

Eduardo Botelho também amenizou o fato deste ano o Estado passar por duas eleições – a suplementar para o Senado em 26 de abril e as municipais em 4 de outubro. Para ele, os dois pleitos só afetarão os trabalhos do parlamento, caso deputados estaduais participem como candidatos nas duas disputas.

“Isso vai depender muito se tivemos deputados candidatos a senador e a prefeitura. Se tiver, vai influenciar um pouco aqui dentro. Então vamos aguardar, mas de início acredito que não vai atrapalhar muito os trabalhos da Casa”.

Enquete. Participe!

Em sua opinião, quais secretários do governo Ari Lafin devem continuar na próxima gestão?
(É possível votar em mais de um)