TV A Voz do Povo

Secretário de Saúde, Luis Fabio comenta sobre classificação muito alta da COVID em Sorriso (vídeo)

Por: Tâmara Figueiredo com SES Publicado em 28/07/2020

O secretário municipal de Saúde, Luis Fabio Marchioro concedeu entrevista para o programa A Voz do Povo para falar sobre a classificação de risco da COVID em Sorriso que continua muito alto. Segundo uma tabela de classificação do Governo do Estado, Sorriso apresenta risco muito alto de propagação do novo coronavírus.

O novo decreto editado pelo Governo do Estado mantém regras rígidas de contenção da propagação do novo coronavírus nos municípios, principalmente os que estão classificados como “risco alto”, ou “muito alto” de contágio, de acordo como o boletim da Secretaria de Estado de Saúde (SES) que monitora os casos em todo o estado. 

A classificação de risco para adoção de medidas restritivas de controle e combate ao coronavírus possui quatro níveis divididos por cores: baixo (verde), moderado (amarelo), alto (laranja) e muito alto (vermelho).

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou nesta segunda-feira (27.07) o Boletim  Informativo n°141 com o panorama da situação epidemiológica da Covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra (a partir da página 14) que três  municípios do Estado configuram na classificação com risco “muito alto” para o novo coronavírus:  SorrisoSinop e Vera.

Ainda de acordo com informações contidas no boletim, os municípios que estão na classificação de risco “alto” para a disseminação do coronavírus são: Cuiabá, Lucas do Rio Verde, Rondonópolis, Várzea Grande, Cáceres, Primavera do Leste, Peixoto de Azevedo, Barra do Garças, Mirassol D’Oeste, Campo Novo do Parecis, Jaciara, Sapezal, Querência, Nova Mutum, Poconé,  Nova Xavantina, Nova Olímpia, Nova Canaã do Norte, Barra do Bugres, Colniza, Tourixoréu, Guiratinga, Santa Terezinha, Jangada, Brasnorte, Castanheira, Carlinda e Araguainha.

Os níveis são determinados pela taxa de ocupação dos leitos de UTI da rede pública estadual de saúde e pelo índice de crescimento da doença nos municípios. A classificação ainda leva em conta os municípios com menos de 40 casos ativos e aqueles com mais de 40 casos ativos da Covid-19.

Enquete. Participe!

O que você pensa sobre o fato de cada secretaria da Administração Municipal contar com um subsecretário?