Sinop: Polícia Civil recupera valores subtraídos de vítima de golpe do falso perfil do whatsapp

Uma vítima de golpe do falso perfil de whatsapp teve os valores subtraídos recuperados pela Polícia Civil, na sexta-feira (08.04), após ação integrada da Delegacia de Sinop (499 km ao norte de Cuiabá) e Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI).

A vítima, de 65 anos, moradora de Sinop, foi abordada pelo estelionatário por meio do aplicativo whatsapp, ocasião em que o golpista se passou pelo filho da vítima e pediu transferências de valores. Durante a conversa, primeiro o suspeito solicitou o valor de R$ 3.150 e em seguida mais R$ 4.550 que foram transferidos pela vítima, via pix.

Somente depois de realizar as transferências, a vítima percebeu que havia caído em golpe. Após a equipe da Delegacia de Sinop ser acionada entrou em contato com a Delegacia de Repressão a Crimes Informáticos, sendo possível realizar o bloqueio do valor total transferido pela vítima.

A ação contou com apoio do Setor Antifraude do Banco Pan. Após providências de praxe junto a agência bancária, o valor será restituído para a conta da vítima.

O delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral, ressalta que as pessoas devem estar atentas antes de fazer qualquer transferência bancária, principalmente quando o pedido vem de uma situação duvidosa.

“Geralmente, o golpista usa outro número de telefone e inventa uma desculpa para fazer o pedido de valores. Antes de fazer qualquer transferência, entre contato com a pessoa, pessoalmente ou por meio de ligação, para confirmar os dados passados e se não se trata de golpe”, disse o delegado.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

Comerciante-empresário-agride-mulher-em-Sinop-agosto-2022-rep

Sinop: policiais cumprem ordem judicial e apreendem arma de acusado de agredir mulher (veja o vídeo)

pRF

Cão farejador ajuda PRF localizar 30 kg de maconha em ônibus no MT

opus7

PF deflagra operação para combater associação que fraudava benefícios previdenciários em Mato Grosso e no Paraná

562e2c4f071bd128033f0b008b6fd361

4 Mortos pelo Comando Vermelho podem ter sido confundidos com membros do PCC

Joias-apreendidas-PF-opreaçao-Pontes-w-Lacerda-1-0-agosto-2022-assessoria-990x556

PF prende três em MT e cumpre mandados contra quadrilha de extração de ouro em terra indígena

operacao

‘Chapeiros’: Polícia prende quatro suspeitos pela morte de advogado