Sorriso apresenta Sala do Empreendedor para gestores de município vizinho

Troca de experiências. Foi com esse objetivo que o secretário de Desenvolvimento Econômico, Claudio Oliveira e o coordenador da Sala do Empreendedor, Leonardo Kosak, receberam ontem (09) a secretária-adjunta de Agricultura e Desenvolvimento de Cláudia, Clara Eleine Portes Tonelli e a chefe de gabinete e agente de Desenvolvimento, Tcherles Dellani.

Em especial, Clara e Tcherles vieram conhecer como funciona e atende a Sala do Empreendedor, já que a meta é instalar um modelo semelhante em Cláudia. Para o gestor sorrisense, a troca de experiências é essencial para o desenvolvimento regional como um todo. “Estamos à disposição de todos os municípios à nossa volta para discutirmos processos de crescimento conjunto”, pontua Cláudio.

Sala do Empreendedor de Sorriso

Empreender. Palavra que no dicionário, no verbo transitivo direto, aparece com significado de “decidir realizar (tarefa difícil e trabalhosa); tentar; uma travessia arriscada”. E só quem já se tornou empreendedor sabe o quanto essa é realmente uma travessia arriscada! Em Sorriso, para auxiliar quem almeja ser o dono do seu próprio negócio, a Prefeitura Municipal por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, tem ofertado cursos e formações com entidades parceiras. Por exemplo, mesmo com a pandemia que paralisou vários setores há dois anos, somente em 2021 a Sala do Empreendedor/Centro de Atendimento Empresarial (CAE), que atua na Secretaria, somou 9,4 mil atendimentos.

“Apesar de termos vivido um ano com grandes restrições, tanto empresários quanto quem busca entrar no mercado de trabalho, continuaram buscando capacitações”, frisa o secretário de Desenvolvimento Econômico, Cláudio Oliveira. “Durante a pandemia muita gente teve que fechar seu negócio; outros perderam seus empregos; então, o que nós buscamos para 2022 é ofertar formas de empresários e trabalhadores voltarem ao mercado de trabalho, quer seja com informações e auxílio na documentação para abertura e manutenção de empresas, quer seja com a disponibilização de cursos e capacitações”, explica.

Segundo Oliveira, para 2022 a pasta prevê o investimento de R$ 300 mil para fomentar as demandas relacionadas a micro e pequenos empreendedores. Desse valor, 60% é destinado para a gestão empresarial e 40% para formações profissionais. Inicialmente para esse ano, estão previstos cursos profissionalizantes em 28 áreas profissionalizantes, também em parceria com o Sistema S. “Nossa intenção é fomentar o pequeno empreendedor e também dar opções para quem busca uma vaga no mercado. Hoje observamos várias empresas instaladas aqui que buscam mão-de-obra qualificada fora e queremos inserir cada vez mais sorrisenses no mercado de trabalho”, acrescenta.

O secretário salienta que quem deseja auxílio é só procurar a Sala do Empreendedor na Avenida Blumenau, das 7 às 13 horas de segunda a sexta-feira, anexo à Secretaria de Desenvolvimento Econômico. A Sala presta serviços como informações e orientações sobre registro e legalização de empresas; pesquisa de nomes e registro de marcas; pesquisas fiscais sobre os titulares, sócios e empresas; orientação sobre condição de microempreendedor e empresa de pequeno porte e informações sobre linhas de crédito. Além da equipe que atende diretamente na Secretaria, ainda há pontos de atendimento no Ganha Tempo, nos Distritos de Primavera e Boa Esperança e o atendimento itinerante que percorre as comunidades do interior.

Conforme Cláudio, a Sala também conta com o “Programa Desenvolve Sorriso”, este em parceira com a Câmara dos Dirigentes Lojistas, Associação Comercial e Empresarial de Sorriso, Sistema S, cooperativas e instituições educacionais, bancárias e demais secretarias. O Desenvolve Sorriso tem o foco em capacitações e consultorias destinadas a qualificar e ou inspirar os empreendedores a adotarem as melhores práticas de gestão, visando o crescimento e o desenvolvimento das empresas. O programa segue um ciclo com sensibilização; diagnóstico; capacitação e acompanhamento das empresas que buscam auxílio.

Indicadores

Hoje Sorriso possui 13.441 empresas ativas; 1.772 foram abertas em 2021. O mercado de trabalho local conta 31.453 pessoas em empregos ativos; desse total 3.85 vagas foram geradas entre janeiro a dezembro de 2021, gerando um saldo positivo de 318% em relação ao ano anterior quando foram geradas 810 vagas. Os dados são do Caged com data de 30 de dezembro de 2021.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

thumb__600_0_0_0_auto (86)

Diogo Kriguer participa de reunião com o governador para reforçar apoio na duplicação da BR-163

familiar

Vereador pede informações à Prefeitura sobre equipamentos e investimentos na agricultura familiar

thumb__1280_0_0_0_auto (68)

Damiani solicita ao Governador melhorias para o Hospital Regional de Sorriso

thumb__1280_0_0_0_auto - 2022-05-18T161833.789

Mário Raiter é o primeiro a receber o “Prefeitura nos Bairros” de 2022

thumb__600_0_0_0_auto - 2022-05-17T153633.698

Sorriso: vereadora indica instalação de bloqueador de ar em hidrômetros

dentistas-tratam-os-dentes-dos-pacientes_1150-19637

Vereador solicita que sejam disponibilizados serviços de implantes dentários no CEO