Sorriso: coleta de resíduos sólidos segue para bairros do setor 4

Resíduos já devem ser dispostos nas calçadas

Jardim Carolina; Parque Universitário; Taiamã I e II; Pinheiros I, II e III: Flor do Cerrado; União; Jardim Liberdade; Serra Dourada; Terra Brasil; Jardim Botânico; Brasil Norte; Belvalle; São José I e II; Santa Maria I e II; Ecoville; Cidade Jardim; Ilha das Flores; Ouro Verde; Santa Felicidade; e Bom Jardim. Mora em um destes bairros? Então, atenção: já pode começar a faxina no quintal e mandar embora aquele móvel ou eletro que está só fazendo volume em casa.

Na próxima semana, do dia 20 ao dia 24 de junho, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp), fará a coleta de resíduos sólidos nestes bairros, que integram o Setor 4 de Sorriso. Com este serviço, é garantido o recolhimento de móveis e eletrodomésticos velhos e inservíveis; assim como resíduos sólidos provenientes da limpeza de jardins (folhas e restos vegetais que podem servir como criadouro de insetos e animais peçonhentos, como a grama quando é cortada).

Nesta semana, a equipe da Semosp está no Setor 3, composto pelos bairros Recanto dos Pássaros; Parque das Araras; Vila Rica; Florais da Mata; Jardim dos Imigrantes; Copenhagem; Mont Serrat; Jardim dos Ipês (I, II e III); Green Park; Terra Ville; Europark; Santa Bárbara; Recanto Seguro; São Conrado; Gold Park; Reserva Jardim; e Monte Sinai.

O cronograma obedece ao Calendário de Coleta de Resíduos, em que a cidade foi dividida em oito setores que recebem este serviço de em um intervalo médio de 60 dias. Acompanhe o calendário da coleta de resíduos: https://site.sorriso.mt.gov.br/pages/calendario-de-coleta-2022 .

Como embalar estes resíduos?

Eles devem colocados em sacos de até 60 kg e podem ser disponibilizados nas calçadas uma semana antes do período de coleta.

O que não é coletado?

Galhos maiores, resultado de podas, devem ser levados pelo próprio morador até o Depósito Municipal de Entulhos e Galhadas (DMEG – antigo Lixão). Restos de construção civil também não são coletados em casa e devem ter como o destino o DMEG, que funciona de segunda a sábado, das 6h às 18h.

Além disso, como contribuir para manter a cidade mais limpa?

Nada de varrer folhas ou jogar lixo dentro das bocas de lobo. Estas estruturas devem receber somente a água da chuva. Quintais e terrenos baldios devem sempre estar em ordem também: nada de resíduos que possam acumular água e servir de berço para o mosquito da dengue. Mato alto em terreno baldio? Não pode de jeito nenhum.

Manter a área com mato alto, além de comprometer a saúde e a segurança dos vizinhos pode também doer no bolso. A multa por deixar o terreno sujo varia de acordo o tamanho da área (5 a 60 VRFs, ou R$ 481,50 a R$ 5.778,00). Além da multa, a Prefeitura faz a limpeza e cobra, do proprietário, a taxa de limpeza. Assim como a multa,o valor também varia em função do tamanho do terreno, conforme prevê a Lei Complementar 277/2018. Caso o terreno venha a sofrer algum tipo de queimada, a multa mínima é de R$ 5 mil.

Dúvidas, sugestões, críticas ou elogios sobre este ou outro serviço ofertado pela Prefeitura? Só ligar no 150, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

galeria de imagens

Veja também

proibitivo

Período proibitivo do fogo começa em 1º de julho em MT

Operação-contra-extraçao-madeira-ilegal-Polícia-Federal-e-Ibama-Aripuanã-4-junho-2022-assessoria-990x556

PF interrompe atividades de 15 caminhões com madeira ilegal em operação em Mato Grosso

80081f2d2aca994cea0199d0e1ea5260

Anvisa determina suspensão do agrotóxico carbendazim

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular e duas espingardas

Polícia Militar e Sema apreendem 55 quilos de pescado irregular em MT

thumb__600_0_0_0_auto (29)

Sorriso: coleta de Resíduos segue para o Setor 5

Batalhão Ambiental realiza treinamento de instruções de nivelamento para patrulhamento fluvial CAPA

Batalhão Ambiental treina policiais militares para policiamento nos rios de Mato Grosso