Sorriso: PRF apreende carga de madeira ilegal

A Polícia Rodoviária Federal em Sorriso abordou uma carreta, a qual estava carregada com madeira, cerca de 18m³.

Durante o procedimento de fiscalização, foi verificado o aparelho de Cronotacógrafo, o qual indicavam que nas últimas 24h o veículo estaria em circulação por pouco mais de uma hora, gerando suspeita quanto à origem da carga, dado que a distância entre a cidade de origem e o local da abordagem pela rota mais curta seria de aproximadamente 150 km, ou seja, levaria um tempo superior para realizar o deslocamento.

Questionado, o condutor afirmou ter feito uma rota por uma rodovia estadual, porém a equipe da PRF constatou que o veículo não efetuou tal rota, pois não havia registro no pedágio da rodovia.

Indagado sobre a inconsistência, o condutor mudou sua afirmação inicial, dizendo ter carregado a madeira em outra cidade, cuja distância até o local da abordagem é inferior a 100 km e compatível com o tempo de viagem registrado, confirmando a suspeita quanto à origem da carga.

Ao ser feita uma verificação na documentação da carga, constatou-se que era falsa e foi emitida por uma empresa inidônea, que já possui vários registros criminais nos sistemas PRF relativos ao transporte ilegal de madeira. Mostrando-se contumaz na prática de emissões fraudulentas de documentação de origem florestal para acobertamento de cargas de produto florestal ilegal.

O Documento de Origem Florestal, constitui licença obrigatória para o transporte e armazenamento de produtos florestais de origem nativa, contendo as informações sobre a procedência dos produtos.

Diante dos fatos, a empresa remetente da carga, o destinatário da madeira e o transportador, e o condutor do veículo foram enquadrados no art. 46 da Lei Federal nº 9.605/1998 (Lei de Crimes Ambientais), em tese, por “Transportar, adquirir, vender madeira sem licença válida”, e no art. 47 do Decreto Federal nº 6.514/2008.

O condutor do veículo prestou compromisso de comparecimento em juízo e foi liberado. O veículo e a carga estão à disposição do Poder Judiciário para as providências cabíveis.

Maninho Veículos
LCI Telecom
Programa Estação Sicredi

Veja também

DHPP de Cuiabá em investigações

Atuação concentrada no esclarecimento de homicídios a mando de facções reforça enfrentamento qualificado e resulta em 35 prisões

mulher algemada

Bêbada, mulher esfaqueia o marido e acaba presa no Nortão

INVESTIGAÇÃO-ESTELIONATO-990x556

Polícia de Mato Grosso pega em São Paulo estelionatário que abriu contas e contraiu empréstimos com documentos falsos

Delegacia de Sorriso

Suspeito de abuso sexual contra enteada é preso em Sorriso pela Polícia Civil

b8161383-1798-4532-9d9a-84a0db28bd5b

Mercadorias contrabandeadas do Paraguai são apreendidas pela PRF em MT

Viatura Polícia Civil capa (1)

Lucas: funcionário é preso por desvio de material de construção de loja