Retomada de obras de escolas estaduais pauta reunião na Prefeitura

Mais uma vez, o andamento, assim como a retomada, de obras em escolas estaduais em Sorriso foi o tema de uma reunião entre representantes da Prefeitura, diretoras das escolas estaduais 13 de Maio, José Domingos Fraga, Arlete Capellari e Mário Spinelli; e o tenente-coronel Inácio de Moraes, representando a equipe gestora da Escola Militar Tiradentes.

Na manhã desta segunda-feira (22.01), o vice-prefeito Gerson Bicego, as secretárias Lúcia Drechsler (Educação), Roberta de Bem (adjunta de Educação); o secretário Ednilson Oliveira (Cidade) repassaram o atual andamento do processo junto ao Estado às gestoras Leiliane da Silva (Mário Spinelli); Grazieli Rott (José Domingos); Rubia Ribeiro ( Arlete) e Stéfani Camine (13 de Maio). O prefeito Ari Lafin também participou do encontro e partilhou as informações a ele repassadas durante agenda na capital do Estado na semana passada.

Escolas novas com novo padrão de construção

De acordo com estas informações obtidas junto ao Governo do Estado, deve ser finalizado ainda neste mês o processo de contratação da empresa que fará a construção das escolas estaduais Mário Raiter e Portal Kaiabi, bem como a ampliação da 13 de Maio e da José Domingos Fraga.

Como o convênio entre Prefeitura e Governo do Estado foi encerrado, todo este processo será feito diretamente pelo ente estadual, sem qualquer participação do Executivo Municipal. Ainda segundo o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, em diálogo com a secretária Lúcia Drechsler, as obras deverão ser retomadas com outro método construtivo, no padrão pré-moldado, o que tornaria o processo bem mais rápido.

Parceria com o Estado no redimensionamento de salas

Porto também agradeceu ao Município pela disponibilização de espaços para suprir a demanda estadual neste período em que estão escassas as salas de aulas para a rede estadual. Um destes exemplos é a destinação do prédio que atualmente abriga a Escola Municipal Gente Sabida como uma extensão para a Escola Estadual José Domingos.

A expectativa é que o novo prédio para abrigar a Gente Sabida, no Bairro Flor do Cerrado, fique pronto até março. Na nova estrutura, a Prefeitura está investindo mais de R$ 14 milhões, e vai permitir o atendimento de até 1,2 mil alunos, frente à capacidade de 427 do prédio atual.

Reformas ainda sob a gestão do Município

Acerca das reformas que permaneceram sob gestão da Prefeitura, o secretário da Cidade informou que, segundo a empreiteira responsável pela revitalização e ampliação na Arlete Cappellari, a intervenção deve ser concluída ainda antes do início do ano letivo, em 5 de fevereiro.

Já na Escola Mário Spinelli, o trabalho está concluído e a pendência que ainda existe, que envolve a questão do projeto de SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas Atmosféricas), será solucionada por meio da devolução dos recursos destinados a esta execução ao Estado, de modo que, tanto projeto, quanto execução, fiquem então a cargo da gestão estadual.

Empenho para oferta de mais salas de aula

“Somos muito sensíveis à necessidade de ampliar o acesso à educação em uma cidade que cresce como Sorriso, a uma média de 20% ao ano”, destacou o vice-prefeito, detalhando que, atualmente, com cinco escolas estão sendo construídas pelo Município, o que resultará em 120 novas salas de aula.

No entanto, além da dar fôlego à rede municipal, o trabalho de gestão junto ao Estado também tem o objetivo de garantir que os alunos dos anos finais do Fundamental 2, que já não são mais atendidos pelo Município, possam ser atendidos com tranquilidade pelo Estado.

Planejamento

Vale lembrar que, segundo projeções da Secretaria Municipal de Educação (Semed), já para este ano, os alunos do 6.º ano do Ensino Fundamental já devem passar a ser atendidos pela rede estadual. Com isso, a rede estadual receberá em torno de 3,5 mil alunos.

Por conta disso, a Prefeitura já vinha desenvolvendo um trabalho contínuo junto aos representantes do Governo do Estado, apontando a necessidade de três novas escolas estaduais em Sorriso, sendo uma na Zona Oeste em fase de licitação, uma na Zona Leste e uma no Distrito de Primavera.

Além das novas unidades e da conclusão das obras de reforma e ampliação, os estudos apontam ainda a necessidade de mais seis salas na unidade estadual do Distrito de Boa Esperança e oito novas salas na Escola Ignácio Shevinski.

 

Veja também

Gato-palheiro resgatado em Sorriso passa a viver em zoológico de SP para reprodução da espécie

Prefeitura de Sorriso convida para o 4° Fórum Municipal de Cultura

Polícia Federal cumpre mandado em Sorriso na 27ª Fase da Operação Lesa Pátria

SEMA alerta que CAR será suspenso caso não haja resposta dos produtores

MPMT firma acordos e destina quase R$ 4 milhões para instituições

Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF